O diretor do Tour de France pede a proibição dos medidores de potencia

Outubro 27, 2018

Na apresentação do Tour de France 2019 houve algumas surpresas que ninguém esperava e todas vão no sentido de tornar esse esporte mais espetacular para os fãs. Em primeiro lugar, a rota em si, carregada de montanhas, já deixa claras as intenções da organização, mas seu diretor também pediu a proibição dos medidores de potência na corrida. Algo que revolucionaria o ciclismo atual.

O diretor do Tour de France aproveitou um cenário imbatível para divulgar uma notícia que muitos já temiam que acontecesse. Ele pediu publicamente a UCI para reconsiderar a proibição do uso de medidores de potência, eles afirmam que o show do ciclismo foi roubado pelos potenciômetros e agora as provas são mais monótono.

Este pedido não é novo, Contador pediu em 2017 para também proibir os medidores de potencia, neste ano declarações muito controversas feitas por Peter Sagan alegava que o ciclismo é um esporte chato. É possível que Sagan estivesse apenas pressionando a UCI para que alguma medida fossem tomada.