Mais análise, maior interação com os fãs e mais especialistas marcam a cobertura Eurosport do Giro d’Italia 2019

Mai 02, 2019
Mais análise, maior interação com os fãs e mais especialistas marcam a cobertura Eurosport do Giro d’Italia 2019 Foto: Eurosport

O Eurosport vai garantir que milhões de fãs de ciclismo no mundo inteiro possam ver todos os momentos da 102.ª edição do Giro d’Italia graças a uma cobertura de 360 graus. A primeira Grande Volta de 2019 marca a estreia da colaboração entre o Eurosport e a Global Cycling Network (GCN), após a compra da empresa por parte da Discovery em janeiro passado.

Os fãs não vão perder um único momento de ação da luta pela “Maglia Rosa”, graças a uma cobertura sem precedentes que supera as 100 horas de emissão em direto, cimentando a posição do Eurosport como a verdadeira “Casa do Ciclismo” na tv e nos meios digitais e online.

Novidades para este ano:

A colaboração entre o Eurosport e a GCN prevê a criação de conteúdos de valor para milhões de fãs de ciclismo em todo o mundo.

Acesso aos bastidores de algumas das melhores equipes que competem nesta edição do Giro.

60 Seconds Pro – Série de episódios de formato curto com algumas das maiores estrelas da modalidade.

Emir Osmanbegovic, SVP Sports Content & Production do Eurosport: “Estamos incrivelmente orgulhosos da nossa herança no ciclismo e na profunda especialização que temos neste esporte. Os fãs de ciclismo são extremamente apaixonados e, juntamente com a grande equipe da GCN, estamos reforçando essa paixão, ao oferecer uma experiência completa de 360 graus em todas as 21 etapas do Giro d'Italia, em todas as plataformas.”

“A nossa cobertura contará com os melhores e maiores nomes do esporte e vamos dar aos fãs de ciclismo uma cobertura em profundidade como merecem.”

Bradley Wigginis, que vai colaborar com o Eurosport no Reino Unido ao longo da temporada, acrescentou: “Estou empolgado por poder trabalhar com o Eurosport durante o Giro. O Eurosport é o destino certo para ver as melhores corridas ao longo da temporada e estou ansioso de poder partilhar com o público as minhas opiniões, sem filtros, durante o Giro.”

“A corrida deste ano, com três contrarrelógios individuais, seria de pensar que favorece o Tom Dumoulin. Mas, há que contar com o Egal Bernal que está fresco e motivado pela vitória recente na Paris – Nice. Ele tem um talento enorme e tenho a certeza de que um dia ganhará o Giro. Vai ser uma prova fantástica e provavelmente a melhor de todas para ver. Eu aposto no Simon Yates para a vitória e no Bernal como a grande surpresa.”

No final de cada etapa, vai para o ar o Giro Extra, um programa de 30 minutos, com o resumo dos momentos que marcaram a ação do dia. A extensa cobertura da corrida do Eurosport será complementada pela GCN, que vai criar uma variedade de conteúdos em vídeo ao vivo no local e com um estilo muito próprio e inimitável, para milhões de fãs do mundo inteiro.

Para complementar a cobertura do Eurosport, regressa o 60 Seconds Pro – um programa de formato curto que se centra em explicar elementos chave do esporte – e que contará com a participação de estrelas como Tom Dumoulin, Simon Yates e Matteo Trentin. Espetadores de toda a Europa vão ainda ter a oportunidade de “entrar na mente” do estreante em Grandes Voltas, Pascal Ackermann (Bora-Hansgrohe), que mostra os bastidores da corrida italiana. Já na Holanda, os fãs vão viver a mesma experiência de bastidores, mas a partir da Team Sunweb, enquanto os da Polónia vão fazê-lo com a Team CCC.

Para dar uma ideia ainda melhor do que os ciclistas vão ter de enfrentar nas etapas mais duras do Giro, Juan António Flecha protagoniza de novo um programa de seis episódios em que faz o reconhecimento das principais dificuldades da corrida italiana em exclusivo para o Eurosport.

Juan Antonio Flecha é o grande especialista de ciclismo do Eurosport e, uma vez mais, estará na linha da frente para comentar em direto as incidências de cada jornada. Já Alberto Contador, duas vezes vencedor do Giro, fará parte da equipe Eurosport Espanha, como comentador especialista, durante a Vuelta a España. Na Inglaterra, o Eurosport conta com os comentários especializados de Sir Bradley Wiggins, cinco vezes medalha de ouro nos Jogos Olímpicos. Já retirado do ciclismo, é uma das estrelas do podcast do Eurosport, onde comenta a atualidade que marca a modalidade. Os apresentadores da GCN Dan Lloyd e Simon Richardson juntam-se também à cobertura da equipe inglesa em diversas etapas do Giro.

A aposta nas redes sociais é reforçada com Live Shows no Facebook antes e depois de cada etapa em pontos chave, como são os casos de Holanda, Polónia, Dinamarca ou Reino Unido, onde vai ser lançado um novo programa de debate no qual os fãs são encorajados a participar e sugerir a agenda de notícias. A GCN vai ainda produzir vídeos diários das etapas ao longo do Giro d’Italia para garantir que os fãs não percam um momento de uma das corridas mais emocionantes da temporada.

A 102.ª edição do Giro d’Italia promete ser um desafio duro, mas equilibrado para os participantes que terão de enfrentar, entre outras coisas, três contrarrelógios individuais e cinco finais em alto, na montanha. A “Corsa Rosa” começa no dia 11 de maio com um contrarrelógio individual de 8,2 km em Bologna, que inclui a ascensão ao Santuário della Madonna di San Luca. Termina 2 de junho, com o vencedor sendo coroado em Verona, após um contrarrelógio individual de 15,6 km.

O Giro d’Italia é no Eurosport.