Glicogênio, o melhor amigo do ciclista

Setembro 14, 2020

Quando percebemos que as energias estão se desintegrando e ainda há um bom percurso para chegar em casa, pode ser uma queda de glicogênio. Mas por que o glicogênio é tão importante? O que você pode fazer nesses casos?

A importância do glicogênio

O glicogênio é tão importante que diríamos que você precisa dele a cada segundo, mesmo se estiver dormindo. Mas é fundamental se você é praticante do ciclismo, pois é uma atividade física de alta intensidade na maioria das vezes, e é onde o glicogênio atua.

Durante atividades de baixa intensidade, anaeróbicas e não exigentes, o corpo começa a quebrar a energia da gordura corporal. É por isso que para queimar gordura e perder peso é mais conveniente pedalar duas horas em baixa velocidade do que 20 minutos em força máxima.

Como posso controlar meu glicogênio e recuperá-lo durante o ciclismo?

Em teoria é simples, existe uma fórmula que pode ajudar muito no controle do glicogênio: em treinos a partir de 3 horas, considere contribuir com seu corpo com em torno de 80 gramas de carboidratos por hora.

Medir os níveis de glicogênio não é fácil, exigiria um exame de sangue instantâneo, algo impensável. Mas com esta fórmula simples você poderá se programar a cada treino mais longo, e é sempre conveniente considerar se naqueles quilómetros há mais ou menos desníveis acumulados, o que te ajudará a fazer pequenas variações e regular a quantidade de carboidratos.