5 coisas para fazer fora da bike que vão melhorar seu desempenho

Junho 27, 2018
5 coisas para fazer fora da bike que vão melhorar seu desempenho Photo: Verita Stewart

É claro que a melhor maneira de melhorar seu rendimento é treinando duro, mas também há muitas coisas que você pode fazer quando não está treinando. Neste artigo vamos listar as cinco coisas que todo ciclista profissional realiza quando não está treinando ou competindo, sem dúvida essas dicas irão melhorar seu desempenho.

Treino funcional

Se há uma coisa que você deve fazer é fortalecer seu "núcleo", que é composto de uma série de músculos que estabilizam os movimentos de seus braços e pernas quando você está pedalando.

Andar de bicicleta nos leva a movimentos assimétricos, suas pernas estão realizando movimentos diferentes ao mesmo tempo: uma perna desce enquanto a outra está se movendo em uma trajetória ascendente. Para realizar este movimento eficientemente usamos nossos músculos centrais e, sem o fortalecimento destes músculos nossa coluna simplesmente se contorcerá ao pedalar.

Há um ditado que diz: não se pode disparar um canhão de uma canoa. Pense nisso...

A conste prática de alongar-se pode ser uma ótima solução para o fortalecimento da musculatura que estabilizam os movimentos da pedalada. Outra opção é o yoga, que também é uma ótima opção para o fortalecimento dos músculos do "núcleo", e nossa dica é o App Yogaglo, nele você irá encontrar uma série de ótimos exercícios específicos para ciclistas.

Dormir

É enquanto estamos dormindo que otimizamos nossa recuperação. Sem as horas de sono adequado você não se recupera totalmente do treino do dia anterior. Todo mundo já ouviu falar sobre dormir oito horas por noite, mas a quantidade de sono necessária é muito individual para cada atleta. A chave é garantir que você tenha um sono de qualidade.

A dica de ouro é, reserve um período de 60 minutos antes de ir dormir para relaxar ou meditar. Não faça exercícios neste período e tente ficar longe do seu celular, tablet ou laptop, pois a luz não natural das telas digitais pode nos despertar. Faça isso e você terá uma recuperação mais efetiva.

Massagem

Antes de prosseguir, deixamos claro que não há evidências científicas sólidas dos benefícios da massagem. Mas uma massagem, na opinião de muitos ciclistas profissionais, ajuda a aliviar a musculatura tensa que pode causar dor ou cãibras.

Treino com pesos

Uma equação simples, potência = cadência multiplicado pelo torque. Vendo que a cadência de cada ciclista na bicicleta tende a ficar dentro de um alcance auto-selecionado, normalmente entre 80-100rpm, a maneira mais eficaz de aumentar sua potência é colocar mais força através dos pedais na mesma cadência.

A maioria dos planos de treino está focada no sistema cardiovascular e, embora isso seja muito importante, o sistema cardiovascular é simplesmente a bomba de combustível, não está produzindo a energia. Seus músculos produzem a potência.

O treinamento com pesos aumenta a força com a qual seus músculos podem se contrair. Mais força = mais potência = mais velocidade. No entanto, o treinamento com pesos não significa puxar ferro na academia, há muitas maneiras de melhorar a força muscular sem fazer uma academia.

O agachamento unilateral não apenas melhora a força muscular, mas também trabalha a estabilidade do seu núcleo. Fazer exercícios com uma perna só também significa que você não está confiando em sua perna mais forte e, portanto, não está criando nenhum desequilíbrio muscular.

Raspar suas pernas

Este é frequentemente um tema controverso entre os ciclistas do sexo masculino.

Em primeiro lugar, aerodinâmica. Ter as pernas raspadas pode economizar cerca de 70 segundos no decorrer de um contra-relógio de 40 km, de acordo com o teste de túnel de vento da Specialized.

Também se você estiver pretendendo receber uma massagem, não só o massagista será eternamente grato de suas pernas estarem escorregadias, como ele não arrancará seus pelos da perna durante a massagem.