Mitos e lendas no ciclismo - Parte 01

Mai 02, 2019

O mundo do ciclismo é cheio de mitos e lendas que os amadores acreditam e não são verdadeiros. É bom treinar com um resfriado? Não tenho que treinar quando estou tomando antibióticos? Comer carne é ruim antes de uma corrida, o espinafre é a melhor fonte de ferro para aumentar o hematócrito, etc. E a lista de mitos e lendas continua.

Aqui apresentamos os mitos e lendas do ciclismo.

Os primeiros quilômetros do ano devem ser com giros leves

A pré-temporada foi concluída, estamos desesperados para aumentar a intensidade nos pedais e queremos perder o quanto antes os quilos extras que ganhamos com o Natal e o jantar de Ano Novo.

Começar a rodar somente de coroinha no início da temporada é um mito antigo. Mas há 30 anos ninguém usava garmin com um cadênciador, nem era obcecado em obter a média de 200 watts durante o treinamento. Certo?

Aqui o ponto chave é treinar a cadência, mas devemos lembrar que anteriormente a relação dos pratos eram de aproximadamente 53-42 dentes.

Agora temos os grupos compactos e mesmo pedalando no prato grande, podemos continuar rolando a 90-100 rpm sem ultrapassar a intensidade.

Treinamento de baixa intensidade nem sempre é fácil para todos, e embora os benefícios são numerosos, muitas vezes é tentador ir com um ritmos mais intenso do que deveríamos, especialmente se não passamos o fim de semana competindo.

Mas, além da recuperação, o treinamento de baixa intensidade mantém você tranquilo para os dias em que realmente precisa que suas pernas fiquem no seu melhor. E isso não é no começo da temporada, portanto esse mito é verdadeiro.

Treinar com o estômago vazio é o melhor para emagrecer

Há algo de que devemos intender, cada organização de treino funciona de maneira diferente e o que funciona para o Pedro pode não funcionar para o João. Quando estamos procurando perder peso temos que tomar mais cuidado com o que comemos do que fazer quilômetros e quilômetros de manhã com o estômago vazio.

Embora esse mito seja verdade, não adianta sair e treinar com o estômago vazio, se no almoço você come 2000 calorias. Se você quiser obter o máximo de benefícios possíveis nos treinos, então você deve considerar se levantar cedo e fazer o treino antes de comer sua primeira refeição. Andar de bicicleta com o estômago vazio tem grandes vantagens sobre o exercício porque ativa o nosso metabolismo e nos dá um impulso de energia durante todo o dia.

Mas novamente eu repito, você não precisa comer 2.000 calorias no almoço, cuide do que você come todos os dias e desta forma você irá emagrecer mais cedo do que o esperado.

Você tem que treinar mais de 5 horas por dia

É um mito que se ouve constantemente. Todos nós estamos em algum momento desesperados para melhorar nosso desempenho e às vezes acreditamos no que eles nos dizem. E esse mito é falso.

Não há nada melhor que o planejamento de treinamento baseado em objetivos de curto, médio e de longo prazo. Você não pode estar o ano todo andando 5 horas de bike e fingir estar em forma para sempre. Fisiologicamente, é impossível, o corpo precisa se recuperar para ter compensações após o treinamento.

A única coisa que você vai conseguir fazendo exercícios longos e não programados é ficar preso em um nível em que você dificilmente sairá, pois no futuro será muito difícil para o seu corpo fazer uma compensação sem antes ter percorrido 120 quilômetros.

O sucesso está em fazer os treinos na intensidade certa e dar proeminência no período correspondente. Sempre com progressão, uma vez que, de outro modo, os treinos não são assimilados. Há momentos em que você tem que priorizar a intensidade e, portanto, os quilômetros e horas de treino devem ser secundários.