Guia semexe de rolos de treino – Já sabe qual o melhor rolo pra você?

Março 31, 2020

Nem todos os dias é possível sair de casa para treinar, principalmente nos dias de hoje. Todo mundo já sabe que os rolos de treino podem salvar sua rotina de exercícios. Porém muita gente ainda tem dúvidas sobre qual rolo é o mais apropriado para o seu uso.

Nessa matéria vamos solucionar esse problema de uma vez por todas.

Existem diversos tipos, modelos e preços, então vamos esclarecer um pouco sobre cada um para que você não tenha dúvida na hora de comprar o seu.

Rolo Livre

São os modelos mais simples e acessíveis. Requerem um pouco mais de habilidade e pratica, pois você precisa se equilibrar no rolo durante a prática.

Prós: Compatível com qualquer bike. Leve, prático de montar e de guardar. Exige pouca manutenção e desgasta menos os pneus e ainda ajuda no treino de equilíbrio e fortalece o core. Relativamente silencioso. Tipo de rolo mais acessível.

Contras: Grande maioria dos modelos não possui conectividade com plataformas de treinos. Risco de quedas por falta de equilíbrio. Não possui nenhum sistema de controle de resistência. Não fornece dados de treino.

Os valores variam, apesar de serem os mais simples ainda existem muitas diferenciações. Rolos de treino livres novos custam em média, entre R$600 e R$1200. Os rolos livres seminovos na semexe.com variam entre R$1000 e R$300.

Rolo Fixo

Existem vários tipos de rolos fixos, entretanto dividimos em subcategorias para facilitar.

Rolo Magnético

Este modelo usa o magnetismo na roda traseira, na maioria dos modelos você consegue alterar a intensidade, com isso e você consegue uma boa sensação de pedal nos treinos.

Prós: Muitos dos rolos magnéticos possuem conectividade com aplicativos e softwares, como Zwift e outros, para aprimorar a experiência. Variações de intensidade e resistência. Muito versátil. Fornece dados preciosos de seus treinos.

Contras: Pesados e não muito práticos. Costumam emitir mais ruído do que os outros rolos. Maior desgaste de pneus traseiros.

Os valores podem variar de acordo com a quantidade de funções e conectividade, sendo possível encontrar rolos magnéticos novos a partir de R$500 até R$R$5000. Rolos magnéticos usados podem ser encontrados na partir de R$400 até R$3000.

Rolo Hidraúlico

São os que trazem a sensação mais próxima de um pedal de verdade, entretanto são os mais caros do mercado dentro dos rolos fixos.

Prós: Silenciosos. Sensação realista de pedal. Alta Durabilidade. Muitos modelos possuem conectividade com aplicativos e softwares. Fornecem dados precisos de treinos. Variações de resistência. Alta compatibilidade com vários tipos de bikes.

Contras: Pesados e desajeitados para guardar. Desgaste dos pneus traseiros.

Os rolos hidráulicos novos costumam ser os mais caros que os magnéticos, custando a partir de R$1400 até R$7000 quando novos. Rolo hidráulicos usados variam entre R$1000 e R$3000 na semexe.com.

Direct Drive

São os mais “inteligentes” no momento de computar e transmitir dados para analise dos treinos. Ele fornece uma sensação real de treino, por exemplo em subidas fica mais pesado e mais leve em descidas.

Prós: Costumam ser os mais interativos e melhores na hora de fornecer dados e relatórios. Não desgasta os pneus traseiros. Super silenciosos. Sensação realista de pedal. Variações de resistência.

Contras: Pesados e desajeitados para guardar. Necessário ficar atendo a compatibilidade de cassetes de cada rolo. Pouco acessíveis.

Existe uma grande variação de valor, devido a grande quantidade de funções diferentes. Costumam custar entre R$8000 e R$15000 quando novos e R$5000 e R$10000 quando seminovos na semexe.com.

Dicas gerais de uso.

1 – Sempre proteja sua bike do suor

Durante os treinos no rolo é muito comum suar muito. O suor é corrosivo, então sempre coloque algo para cobrir a bike e evitar acidentes futuros.

2 – Matenha-se hidratado

Ter fácil acesso a hidratação é fundamental, deixe garrafas cheias e próximas a você durante os treinos.

3 – Treine em lugares arejados

Procure treinar próximo a janelas e lugares ventilados, pois você vai suar e esquentar bastante. Se tiver um ventilador para deixar ligado também ajuda.

4 – Cuidado com o desgate dos pneus

Para todos os modelos, exceto o Direct Drive, é importante ficar de olhos abertos para os desgastes dos pneus. Muitas marcas possuem seus pneus próprios para rolos de treino, assim você não gasta seus pneus de asfalto ou terra no rolo.

5 – Fique atento ao barulho

A maior parte dos rolos costuma fazer um barulho bem chato depois de um certo tempo. Principalmente para quem mora em apartamento é super importante colocar tapetes ou alguma proteção para atuar os ruídos dos rolos. Caso você treine MTB, recomenda-se o uso de pneus Slick (sem cravos).

Caso ainda tenha ficado em dúvida sobre qual é o rolo ideal para você, Clique aqui para falar com nossos especialistas da semexe.com.

Mais sobre a semexe.com

Muito mais do que um marketplace. Aqui, entusiastas e profissionais da bike têm segurança nas transações, itens de qualidade, garantia de compra e consultoria especializada.